Preservar a memória do município é um dever de todos os escadenses

Escada, Rio Formoso, Canhotinho, Cupira, Jurema, Tamandaré, Joaquim Nabuco, Panelas e Sirinhaém participaram nesta quarta-feira (30) e quinta-feira (31), no município de Rio Formoso, de curso de formação sobre “Gestão da Preservação do Patrimônio Cultural”.

Realizado pela Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães, vinculadas ao Tribunal de Contas de Pernambuco, o curso foi ministrado pelos auditores Eduardo França e Odilo Brandão.

Durante o curso, todos os gestores de cultura dos municípios participantes tiveram a oportunidade de perceber a desconstrução (e em alguns casos a destruição) do patrimônio cultural que está prejudicando a preservação da memória existente nos municípios.

“Houve entre todos os participantes o entendimento de que precisamos sensibilizar a população, os órgãos de proteção e os agentes públicos para a necessidade de preservar o pouco que ainda temos. Se não o fizermos agora corremos o risco de perder a identidade pela destruição de nossa história”, declarou o gerente de cultura, professor Tom, que participou do curso juntamente com  Valterdan Santos, do setor de Patrimônio Publico.

Prefeitura da Escada: o trabalho vai continuar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s