Cantigas de roda ajudam na formação das crianças

Resgatando uma das cantigas mais antigas da tradição popular, a professora Elayne Cristina, de Frexeiras, mobilizou seus alunos, afastou as cadeiras e transformou a sala de aula numa grande roda. Ao som de “A barca virou”, ela ajudou os seus pequenos a descobrirem o que de mais especial pode existir na personalidade humana: sua identidade.

As crianças do 1º ano estudaram Identidade, Autonomia e ação coletiva. A oralidade foi o artifício usado pela professora para ajudar estas crianças a reconhecerem seu próprio nome e dos seus colegas.

“As crianças nessa faixa etária precisam se identificar enquanto sujeitos. Dizer coletivamente o nome de cada uma delas contribui para sua autoestima e fortalece a sua identidade”, declarou animada a professora Elayne.

Para alguns, o objetivo da aula pode parecer singelo, mas ao final das atividade as crianças foram capazes de identificar a letra inicial dos seus respectivos nomes.



Categorias:Cotidiano, Cultura, Práticas Pedagógicas

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: